windows-1252"> Gabi e Ana Luiza

Photobucket
<font-family="Comic Sans MS">


Nossa Família


PERFIL

Sou Gabriela, uma paulistana que mora no interior, tenho 32 anos, casada há quase 10, com o Fabiano(34) e mãe da Ana Luiza, filha linda e desejada que já tem 4 aninhos, motivo pelo qual me inspirei a escrever este blog. A princípio (em 2005) era um blog para me ajudar a superar as perdas gestacionais, depois foi pra falar sobre minha gravidez que aconteceu em 2007, e agora, escrevo aquí sobre a maternidade e minha longa luta contra a balança.



Sites aliados



Dieta dos pontos
Calculadora dos pontos




Tabela




Data Peso Perda
000 00 00
000 00 00
000 00 00





Amigas Maternidade


Adriana, Sofya e Emanuelle
Aline e Melissa
Aline Tancini
Andressa, Ana Clara e Lucas
Ana Lúcia e Enzo
Cátia
Crika
Dida e Duda
Dudú
Faby e Aninha
Flavia e Luiza
Gabi Guedes
Keity e Lucas Gabriel
Kênia Itália
Lidi
Lili Guedes e Deivid
Márcia e Milena
Mariana
Prí e Vítor
Rêca e Luíza
Sula e Sara
Tuca
Vanessa - Curitiba
Vivi, Thiago e Júlia Maria



Amigas Emagrecendo


Ana Paula
Aninha
Beth
Andrea Aoki
Gabriela
Josy Petris
Karine
Keity
Larissa
Lisa
Maga
Midi
Silvana
Valéria



Receitinhas



Panelaterapia
Quitandoca
Receitas da Midi




Passado



01/07/2013 a 31/07/2013
01/11/2012 a 30/11/2012
01/08/2012 a 31/08/2012
01/07/2012 a 31/07/2012
01/05/2011 a 31/05/2011
01/02/2011 a 28/02/2011
01/11/2010 a 30/11/2010
01/10/2010 a 31/10/2010
01/09/2010 a 30/09/2010
01/08/2010 a 31/08/2010
01/07/2010 a 31/07/2010
01/06/2010 a 30/06/2010
01/05/2010 a 31/05/2010
01/04/2010 a 30/04/2010
01/03/2010 a 31/03/2010
01/02/2010 a 28/02/2010
01/11/2009 a 30/11/2009
01/10/2009 a 31/10/2009
01/09/2009 a 30/09/2009
01/08/2009 a 31/08/2009
01/06/2009 a 30/06/2009
01/05/2009 a 31/05/2009
01/03/2009 a 31/03/2009
01/02/2009 a 28/02/2009
01/01/2009 a 31/01/2009
01/12/2008 a 31/12/2008
01/10/2008 a 31/10/2008
01/08/2008 a 31/08/2008
01/07/2008 a 31/07/2008
01/06/2008 a 30/06/2008
01/05/2008 a 31/05/2008
01/03/2008 a 31/03/2008
01/02/2008 a 29/02/2008
01/01/2008 a 31/01/2008
01/12/2007 a 31/12/2007
01/11/2007 a 30/11/2007
01/10/2007 a 31/10/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/08/2007 a 31/08/2007
01/07/2007 a 31/07/2007
01/06/2007 a 30/06/2007
01/05/2007 a 31/05/2007
01/04/2007 a 30/04/2007
01/03/2007 a 31/03/2007
01/02/2007 a 28/02/2007
01/01/2007 a 31/01/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/11/2006 a 30/11/2006
01/10/2006 a 31/10/2006
01/09/2006 a 30/09/2006
01/08/2006 a 31/08/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/06/2006 a 30/06/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/03/2006 a 31/03/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/12/2005 a 31/12/2005
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/09/2005 a 30/09/2005
01/08/2005 a 31/08/2005



Créditos


Gabi



Tentando espantar a tisteza!

Obrigada pela força, meninas... valeu e muito as palavras de carinho que recebí de vocês e é por isso que acho que NUNCA conseguí encerrar o blog, rs.

Hoje fiz minha 1ª aula de moto. Ganhei parabéns, não deixei a moto morrer, não caí, hehe, mais fiquei assustada ao saber que terei que completar o percurso todo, no dia do exame sem apoiar o pé no chão nem se quer uma vezinha só... O nervoso já começa a tomar conta e olha que ainda tenho mais 14 aulas, rsrs.

Pra começar a RA, comprei linhaça dourada e pelo que lí por aí, acho que paguei um absurdo, R$2,00 num pacotinho com apenas 50g. Ainda não experimentei mais já triturei e vamos ver se consigo colocar como rotina, comê-la todos os dias acompanhada de iogurte ou mesmo do prato de comida e a aveia, com frutas. Preciso me pesar e definir o dia de pesagem para colocar as coisas nos eixos, preciso voltar à academia e fazer planejamento mais a única coisa que conseguí fazer até agora com relação à dieta foi, quase NADA.

Por conta do acontecido, ando muito agitada, mal impressionada (ou má impressionada?) e dormindo mal. Ando sem concentração e totalmente perdida, sem conseguir tomar atitudes e decisões e por isso, comecei tomar um antidepressivo fraquinho pra ver se me ajuda a sair dessa fase difícil. Foi a Dra. Lucila, minha chefe, quem prescreveu e tomo de olho fechado porque confio muito nela e sei que não me daria remédio se não fosse o caso. Ela espera que essa medicação ajude também na ansiedade que tá à flor da pele... Não consigo nem dar a atenção merecida ao Fabiano e isso não pode continuar acontecendo porque afinal de contas, sou mãe-mulher-esposa, rs.

Pra ajudar acho que tem algum dentinho da Ana Luiza nascendo ou ela está realmente sentindo a fase triste que estamos vivendo porque o soninho anda muito agitado, ela anda muito manhosa e birrenta e por aí vai. Ontem eu quase tive um troço porque não conseguí fazer nada em casa antes de vir trabalhar, se não fosse a ajuda da minha mãezinha, eu tava na roça. Esta noite ela adormeceu era quase meia noite, acordou às 3 e ficou lutando contra o sono, sabe-se lá poruqe até às 6 da manhã... e eu? Estou uma morta-viva de tanto sono porque tive de levantar cedo pra aula de moto... VIDA DE MÃE!!! rsrsrs.

Beijos e bom fim de semana à todas...





target="_self">


Muito triste!!!

Ai meninas, desculpem a demora em vir aquí mais não estava com cabeça pra nada nesta última semana.

Não sei se cheguei a falar sobre um tio que morava com meus pais, irmão de minha mãe (pai do Diego, aquele meu primo que jogava no palmeiras e que foi jogar no Liverpool)? Pois bem, na 5ª feira passada ele faleceu.

Como todas sabem, moro no fundo da cada dos meus pais e de 4ª pra 5ª feira, quase 1 da madrugada, estava sozinha com a Ana Luiza, assistindo um filme na TV quando do nada, tive a impressão de ouvir um barulho, que logo me fez acreditar que fossem alguns gemidos. Na mesma hora coloquei a TV no mudo e fiquei prestando atenção... continuei ouvindo só que o barulho diminuía... corri pra área externa da minha casa e passei a não escutar mais nada. Fui à casa da minha mãe pq há uns dias atrás ela teve uns picos muito altos de pressão alta e então fiquei assustada pensando que ela poderia estar tendo um treco, e a porta da cozinha estava aberta, a TV da sala ligada e meu tio não estava lá! Todos dormiam e eu fui até a garagem e chamei por ele, e nada... voltei pra dentro, desliguei a TV, olhei da janela da sala para o jardim pq talvez ele pudesse estar fumando lá fora ou na calçada, coisa que ele gostava de fazer. Tranquei a casa e fui novamente até a garagem e chamei mais uma vez, e nada... Eu imaginei que ele pudesse ter recebido algum telefonema e ter saído e esquecido a porta aberta, pq na minha opinião, ele era meio sonâmbulo pois levantava a noite pra comer e esquecia porta de geladeira aberta e tal... então imaginei que os barulhos que eu tinha ouvido, eram algum cachorro passando na rua, alguém que colocou som bem de longe ou seja, qualquer outra coisa que não fossem "gemidos". Achei que tivesse sido coisa da minha cabeça pois desde que minha mãe se descobriu hipertensa, fiquei meio assustada. Enfim, fechei tudo e fui embora, já tinha olhado nos banheiros, nos quartos e nada dele...

Qdo foi umas 5:45 da manhã, meu pai havia saído pra trabalhar e chamou minha mãe e pediu que ela ligasse no celular dele pq ele não estava na cama e nem em casa e foi então que o celular tocou no banheiro e minha mãe o achou no jardim. Meu irmão me acordou então, dizendo que meu tio estava caído no jardim e que provavelmente não tínhamos mais o que fazer pq ele já não estava mais respirando que haviam chamado o resgate mais que era mto difícil reverter a situação. Pronto... entrei em parafuso pq só então percebí que eram SIM gemidos e que eram dele e que eu procurei, procurei e não ví nada. Na verdade eu fui até a garagem 2 vezes mais nela ficam guardados 3 carros e duas motos, mesmo que eu fosse até o portão, talvez não o tivesse visto. O que me intriga é que eu olhei no jardim pelo vitrô da sala, mais creio que devo ter olhado na altura dos meus olhos, esperando ver alguém de pé e não prestei atenção no chão, sei lá...

Só sei que me culpei muito nos dois dias que se passaram por não tê-lo visto e por não tê-lo ajudado, mais agora entendo que Deus me conhece e sabe que eu ficaria MUITo mal que eu não poderia ter feito nada naquele momento pq foi infarto fulminante. Acho que naquele momento, Deus me cegou pra me privar... Eu só teria ficado pior do que fiquei e o resultado não seria alterado. Só espero que ele tenha morrido rápido e que não tenha escutado eu chamá-lo por duas vezes e não conseguir me responder...

O resgate então chegou e só confirmou o que já sabíamos... foi muito triste e está sendo ainda. Tivemos que levá-lo pra São Paulo pq na verdade todos nossos parentes moram lá, só nós que viemos pra cá e aí não tinha jeito. O meu primo veio da Inglaterra, passou mal no avião e só Deus sabe o que está se passando na cabeça dele e do meu outro primo, que é um amor de menino. Ele faleceu no dia 27 mais o enterro só onteceu no sábado por conta do avião do meu primo que não pôde pousar em Congonhas por causa da forte neblina e pousou no RJ, aí foi uma novela até o aeroporto ser liberado e o vôo voltar pra SP...

Hoje fazem 7 dias e eu ainda acordo no meio da noite assustada e achando que estou escutando coisas...Estamos MUITO tristes, minha mãe então, nem se fale.... é difícil conviver o dia-dia com uma pessoa e do nada, perdê-la!!! Só Deus mesmo na nossa vida.

Peço a oração de vocês pra que Deus console nossos corações e que nos tire esse sentimento dolorido que ficou.

Quanto ao regime, nem sei o que isto significa nesses dias mais com fé em Deus, vou melhorar ainda mais e voltar contando coisas boas.

Desculpem o desabafo meninas... Boa semana pra todas!

 





target="_self">